28/07/2011

O louco amor de YSL




Em 1958, Ives Saint Laurent já era considerado, na época com 22 anos, o garoto prodígio da alta costura internacional. Quando acontece o funeral de Christian Dior ele conhece Pierre Vergé. Depois a historia segue a partir do polêmico leilão ocorrido em 2009 no mês de fevereiro, um ano após a morte de Saint Lauren, em que foram vendidas 733 obras de arte de sua coleção.
O filme foi direcionado por Pierre Thoretton, na França no ano de 2010 com o titulo original de L’Amour Fou. Conta com um elenco especial constituído por Pierre Bergé, Betty Catroux, Loulou de La Falaise, Jack Lang, entre outros.

É claro que é incontestável a importância do estilista francês Yves Saint Laurente no mundo da moda. Foi o principal incentivador do prét-a-porter, que acabou popularizando as roupas antes apenas mostradas nos desfiles de alta costura, nos anos de 1960. Foi criado de peças importantes para o vestuário da mulher, como o smoking feminino e acabou construindo um império fashion durante 40 anos. Sua marca foi lançada em 1962, sempre um desejo de mulher. Ao mesmo tempo, Yves Saint Laurent, como marca Couture House, sempre assumiu ser um homem depressivo e acabou enfrentando diversos problemas de isolamento, além de também ter se envolvido com drogas e o álcool ao mesmo tempo.

O longa, que é um documentário, conta um pouco a carreira e a vida pessoal do estilista tendo como ponto de partida o leilão da coleção de obras de arte que ele possuía. Sendo assim, mostra seu companheiro de décadas da marca, o empresário Pierre Bergé. O leilão foi considerado um dos mais lucrativos de toda a história, com 370 milhões de euros, dado que o próprio filme emite. A historia do estilista é emocionante e ainda vale a lição sobre moda feminina que o filme faz. Um boa pedida para mulheres de todas as idades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário